Pará anuncia medidas na COP 28 para recuperar florestas e reduzir poluentes

- Advertisement -

Começou nesta quinta-feira (30), em Dubai, a 28ª Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (COP 28). Protagonista, o Governo do Pará vai apresentar, ao longo do evento, cerca de 10 alternativas voltadas à mitigação das mudanças climáticas e redução das emissões de gases do efeito estufa.

A COP 28 terá como prioridade discutir as metas globais de sistemas alimentares. Pela primeira vez na história do Pará, governador e vice-governadora participam juntos de uma edição de COP. Belém, a capital paraense, será sede da COP-30 em 2025. Desde a COP-25, em Madri, o governo do Pará vem se consolidando como protagonista na agenda climática e ambiental na Amazônia, com desenvolvimento de projetos e ações.

O chefe do Executivo estadual, Helder Barbalho, ressalta que a agenda meio ambiente com desenvolvimento socioeconômico é pilar prioritário da agenda do Governo. “Na Amazônia temos 29 milhões de pessoas, e nada que se discuta sobre a Amazônia, que não inclua as pessoas, não será sustentável”, afirmou.

“O Estado do Pará tem buscado sempre construir a lógica de combater as ilegalidades e reduzir o desmatamento, mas também apresentar um plano de pagamento por serviços ambientais, plano de restauro para recuperar áreas antropizadas (já modificadas pelo homem), plano de bioeconomia para pegar a biodiversidade e transformar em uma nova economia da floresta”, pondera o governador paraense que também é membro do Comitê diretivo da COP 28.

Agenda climática paraense

Entre as principais ações desenvolvidas pelo Governo do Pará desde a COP 25, estão ações voltadas à preservação da natureza, o uso sustentável do solo e economia de baixo carbono com o desenvolvimento da Política Estadual de Mudanças Climáticas (PEMC), o Plano Estadual Amazônia Agora (PEAA), o Fundo Amazônia Oriental (FAO), o Programa Territórios Sustentáveis (TS), o Selo Verde e o Plano Estadual de Bioeconomia (PlanBio). “É uma trajetória sólida e de crescimento”, afirma o secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Pará, Mauro O’de Almeida.

COP-30, em Belém

A vice-governadora e coordenadora do Comitê da COP 30, Hana Ghassan, explica que o Estado enviou uma comitiva para Dubai para aprender na prática toda uma logística e diplomacia que envolve uma COP. “Temos um grupo de trabalho que por meio de uma cooperação firmada com os organizadores da COP de Dubai. Nossa equipe ja está em Dubai aprendendo e contribuindo”, informou Hana Ghassan.

Sobre a realização do evento em Belém, a vice-governadora é enfática e assegura a realização dentro das expectativas e necessidades de infraestrutura e logística. “Nós já temos um planejamento de tudo que é necessário para recebemos os nosso visitantes”, afirma Hanna Ghassan.

Com informações da Agência Pará

- Publicidade -
spot_imgspot_img

Conteúdo Relacionado

DOL
DOLhttps://dol.com.br/?d=1
Site especializado do portal DOL com notícias, reportagens especiais e informações sobre a COP 30, maior evento climático do mundo, que será realizado em Belém, em 2025, além de temas relacionados, como Amazônia, mudanças climáticas e desenvolvimento sustentável.